quarta-feira, novembro 30, 2005

Os benefícios da prática do Karaté


Benefícios:

- Proporciona grande condicionamento cardiovascular e muscular (não há ganho de massa muscular, mas de força e definição);- Desenvolve a coordenação motora e a mobilidade das articulações;- Exige a aprendizagem de estratégias por parte do praticante;- Incentiva o autocontrole;- Pode ser aplicado à autodefesa;
- Permite o aperfeiçoamento do carácter;
- Promove o equilíbrio emocional;
- Proporciona um bem-estar físico-espiritual, que é a fonte de toda a saúde e vida na sociedade;
- Etc. ...

O benefício último de toda esta arte é o equilíbrio da mente e o bem-estar espiritual, fonte transcendente de toda vida e saúde. Os antigos mestres chineses já haviam percebido que a fonte última de todo Chi é a mente e com isso aperfeiçoaram o método interno das artes marciais para evitar toda distracção colocando a atenção nos movimentos, sensações da energia e ritmo, adicionando o espírito na vivificação da experiência como num cenário real de vida e morte. Com isso, consegue-se a paz interior, dissipa-se a agitação mental, fonte de toda ansiedade, agressividade, medo e violência, adquire-se sabedoria e humildade. Kenwa Mabuni sintetizou todo este princípio nesta frase: "Aquele que dominou o karaté compreende a importância transcendente de cooperar com o infinito ao invés de continuar a existir ante o inevitável".

Riscos:

Os riscos são proporcionais à prudência do professor, ou seja, com um professor cuidadoso, o aluno corre poucos riscos de se magoar, isto é, se respeitar sempre as indicações do professor.


Quem deve praticar

O verdadeiro karaté pode ser praticado por qualquer pessoa, homem ou mulher, crianças e adultos de todas as idades. O método pode ser adaptado para as particularidades de cada pessoa porque o karaté não é (e não deveria) ser um desporto de competição ou atletismo, mas um método de autodefesa que também promove a saúde, tendo sido com este espírito que ele foi praticado em Okinawa, a sua terra natal.

Fontes de Pesquisa:
www.karatebrasil.com.br/bene.html
www.terrevista.pt/Meco/4075/pag05.htm